Deus e a Lei do Karma no Novo, será?

deus e a lei do karma

Diante de toda esta bagunça do Coronavírus e a quarentena, onde está Deus e será que estamos “pagando” o Karma por tudo o que fizemos com o nosso planeta e nossa Humanidade? O que a ciência diz sobre Deus e a Lei do Karma? Vamos pagar pelo que fizemos e fazemos?

 

O físico Freeman Dyson, disse:

 

Parece que o ‘Universo sabia que estávamos chegando’. O Universo não se assemelha a um lance de dados aleatório. Parece pura e simplesmente proposital.

Para a vida existir, de acordo com os estudos que a ciência define como válidos, a existência de cada elemento e do próprio Universo deveria seguir regras, e entre elas, o tempo como o conhecemos. Desta maneira, seguimos o princípio da causalidade, onde tudo o que existe tem uma causa que o antecede. O chamado Princípio da Causa e efeito.

E assim, se concebeu a existência da hipótese dos multiversos, isso mesmo, como nos filmes de super heróis, existem infinitos universos que o compõem. Este estudo que não está errado, entende que para que as coisas possam surgir, tudo leva um determinado tempo, mesmo que cada acontecimento fosse como consequência de uma “coincidência”.

Acontece que segundo os cálculos, o nosso Universo deveria ter sido formado em 500 bilhões de anos e não em 14 bilhões, aproximadamente. Portanto algo ou alguma coisa deve tê-lo orquestrado, manipulado, criado, e a isso os físicos chamam de Princípio Antrópico que tem algumas variantes de acordo com os estudos:

  • Princípio Antrópico Forte: O Universo deve ser de tal forma que possa conter observadores, em algum estágio de sua evolução.
  • Princípio Antrópico Fraco: O Universo se comportou de tal forma que pôde nos conter. Onde valores compatíveis com o surgimento de vida são baseadas em carbono.
  • Princípio Antrópico Final: O Universo tem como finalidade produzir seres vivos, ou seres humanos.
  • Princípio Antrópico Participativo: Onde a existência de observadores dá existência ao Universo (efeito observador da física quântica).

Este princípio não é apenas uma observação de físicos, mas também da biologia, bioquímica e outros braços da ciência que também observaram que não somos frutos de uma coincidência.

É claro que nem todos os físicos compartem da mesma ideia, como o caso de Richard Dawkins, na sua obra o “Relojoeiro Cego”, ainda temos Carl Sagan, entre outros cientistas. Mas a grande maioria, assim como o próprio Design inteligente, aposta e encontra provas disso dia pós dia.

Então temos um Deus, mas como funciona o bem e o mal, a tal da balança ou a Lei do Karma?

Bem para entendermos sobre a Lei do Karma, precisamos entender que tudo tem um propósito e segue leis do equilíbrio que fazem com que as coisas aconteçam, não sendo diferente para a realidade quântica que também é regida por uma física do equilíbrio. Nesta lei, tudo tem uma ordem e uma harmonia para que as coisas surjam no tempo certo e da maneira certa, exaustivamente estudado em laboratórios e definido pelo formalismo matemático.

Além disso, existe um princípio e talvez seja é um dos mais importantes, postulado por uma matemática Amely Ammy Noether, o Princípio da Simetria de Noether. Ele é bem complexo de explicar, mas para ser mais prática vocês vão entender da seguinte maneira:

“Assim como é encima é embaixo, e assim como é embaixo é encima.”

O que estou querendo dizer é que tudo ou todas as forças aplicadas no microcosmos também é valido na nossa realidade ou no macrocosmos. Em outras palavras, o que acontece no pequeno, acontece também no grande.

Logo, para entendermos esse equilíbrio, devemos ter em mente que a premissa do Princípio Antrópico sugere a existência de consciências ou observadores, como vimos aqui. E essa consciência é indispensável para a criação de tudo o que nos rodeia. E com isso temos o livre arbítrio, que contém o bem e o mal, que deve estar na mais profunda harmonia, uma vez que tudo que for em demasia desata um desequilíbrio. Então, a grosso modo, na física não existe o julgamento do bem e do mal como rege a Lei do Karma, que foi criado pela humanidade, e sim o desequilíbrio.

Para explicar como acontece, tomemos como exemplo o salto quântico: Quando um elétron recebe uma energia para ele saltar a uma camada,vamos dizer assim “mais poderosa” , ele recebe uma energia (adquire ou rouba) a energia do sistema, porém para se auto sustentar ele precisa de mais energia, contudo se o sistema não o mune dessa energia, ele deverá de alguma maneira devolver essa energia que tomou a mais, na forma de radiação ao sistema e retornar ao seu ponto de partida.

Com a gente acontece o mesmo, quando roubamos alguém, seja material ou imaterial, como uma ideia, um trabalho, um mérito, etc. Temos de ter energia suficiente para sustentar isso, caso contrário, mais cedo ou mais tarde a pessoa deverá pagar por isso de alguma forma.

Portanto meus queridos, quando atuarem de maneira incorreta não coloquem a culpa nos outros ou em Deus, entendam primeiro: Deus não ama e nem odeia ninguém, mas ele provê a todos e a tudo para ter abundância e tudo o que precisamos. Se na sua vida alguma coisa não está certa não é culpa dele, e sim sua como observador que você é da sua realidade, isso previsto pela própria ciência com o Princípio Antrópico Forte.

Então, reveja suas ações e entenda que quando vamos definir alguma coisa, tudo tem uma consequência, seja boa ou seja má, que nos atinge diretamente de acordo com o que fazemos. Para cada ação existe uma reação. E quando mencionei que Deus não ama e nem odeia é porque ele é o verdadeiro amor, se assim não fosse não estaríamos aqui.

Então não precisamos nem de rezas e nem de dízimos, precisamos de conhecimento e discernimento. A ciência que vai a passos de formiga nos alerta que somos criadores da nossa realidade e que Deus nos igualou com toda a sua totalidade. Use isso com sabedoria.

Vemos o universo da maneira como ele é porque, se fosse diferente, não estaríamos aqui para vê-lo“. Stephen Hawking.

Então já sabem:

Até para ciência existe um Deus e uma Física do Equilíbrio (Lei do Karma). O que você deve fazer agora é expandir sua compreensão e sua consciência. Que tal?

Até a próxima 🙂

 

Quer saber mais sobre isso para as empresas e corporações. Vá para a Intuitare

Deixe o seu comentário

Compartilhe com os seus amigos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Sobre mim
Selva Salerno

Selva Salerno

Ativista quântica, Empresária, Consultora e Palestrante, formada em Comunicação Visual, Propaganda e Criação Publicitária. Criadora da agência e-fácil, negócios digitais, do Grupo Onda Quântica e da Intuitare Desenvolvimento visionário, busca, por meio do seu conhecimento, levar o visionarismo e o uso da intuição a empresários, gestores e trabalhadores, por meio de Palestras, Cursos e Práticas. Atualmente pesquisa teorias da Neurociência e da Física Quântica no mundo corporativo-empreendedor.

Postagens recentes
O Colapso da função de Onda. Temos o poder da manifestação?

O Colapso da função de Onda. Temos o poder da manifestação?

Neste artigo falamos sobre a manifestação da matéria segundo a fisica quântica, o colapso da função de onda e o…
Como podemos construir um futuro?

Como podemos construir um futuro?

Temos livre arbítrio ou somos apenas o resultado do destino? Como é possível lidar com novas situações e construir uma…

É Novo ou é Normal?

Será que a atual situação ocasionada pela recente pandemia e o isolamento social muda a nossa realidade? Vamos para o…
redes sociais